COVID-19 - Medidas adoptadas pela Justiça
Reabertura das conservatórias de Registos
IGFEJ

Notícias do IGFEJ

Requalificação e reabilitação geral do Supremo Tribunal de Justiça

O Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, acompanhado pelo Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, visitou as obras de requalificação do edifício do STJ.
29 mai 2020, 15:16
Visita ao Supremo Tribunal de Justiça
Visita ao Supremo Tribunal de Justiça

O Secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Mário Belo Morgado, acompanhado pelo Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, António Piçarra, visitou, no dia 28 de maio, as obras de requalificação e reabilitação geral do edifício do STJ.

Sito na Praça do Comércio, em Lisboa, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) está a ser alvo de obras estruturais, cujo valor se encontra orçado em perto de 2,3 milhões de euros, com conclusão prevista para o final do ano.

Nesse âmbito, Mário Belo Morgado, fez-se acompanhar igualmente pela Presidente e pelo vogal do IGFEJ, Rosa Sá e Vasco Costa, na visita às instalações do STJ, cuja intervenção pretende garantir uma melhoria ao nível dos revestimentos e das infraestruturas e a reorganização funcional dos serviços.

A visita teve início na Sala dos Espaços Perdidos, antecâmara do Salão Nobre, local onde o autor do projeto, Arquiteto Vitor Carvalho Araujo, falou sobre as opções tomadas para a recuperação da traça original do edifício, exemplo máximo de um período histórico e arquitetónico em Portugal.

Seguiu-se uma pausa para alguns esclarecimentos sobre o projeto, tendo os representantes do IGFEJ manifestado o total empenho em ir ao encontro dos desafios que o decurso da empreitada tem vindo a suscitar. Foram ainda debatidos alguns trabalhos, que estão a ser analisados e executados, por se revelarem de extrema necessidade, assegurando assim uma obra de excelência.

A visita prosseguiu com o acompanhamento de Vitor Carvalho Araújo que foi explicando as características da intervenção realizada e as opções tomadas durante a sua execução, pela particularidade que assumem em obras de requalificação de património desta natureza.

Recorde-se que a empreitada de requalificação do STJ foi dividida em duas fases. A primeira  envolveu trabalhos de recuperação das fachadas, da cobertura, da caixilharia e revisão do escoamento de águas pluviais no pátio interior do edifício e a segunda a realização de obras de conservação e remodelação no interior do edifício.